Um espaço para compartilhar ideias, momentos, informações, carinhos e emoções!!


segunda-feira, 18 de julho de 2011

Era uma vez...

Era uma vez um esporte coletivo em que duas equipes formadas por onze jogadores,dispostos frente a frente, disputavam uma bola de couro com uma câmara de ar no seu interior. O objetivo das equipes era vencer um dos jogadores que se colocava embaixo de um travessão delimitado por uma rede e que se chamava "goleiro"; uma vez que a bola chutada por outro jogador chamado "atacante" passava pelo goleiro acontecia o "gol". Houve tempo em que os jogadores vestiam a camiseta de seu time e a defendiam com ardor como se sua pátria fosse. Bem, mas isto foi há algum tempo atrás. Hoje, este esporte ainda é jogado da mesma maneira mas serve para outros fins que não só a prática do esporte e a defesa das cores do time do coração. No momento em que os atletas começaram a ser "usados" como moeda de alto valor descaracterizou -se o esporte e ele passou a ser apenas uma forma de enriquecimento lícito (pero no mucho) de alguns e de grande ilusão da massa de torcedores. O Brasil era, naqueles tempos citados, reverenciado como o "País do Futebol" ( ah,era esse o nome do esporte), hoje, amargamos vexame em cima de vexame ( no futebol, assim como em outras áreas - não só nas pequenas áreas dos gramados). Perder um jogo durante os 90 ou mais minutos que pode durar uma partida, é do jogo, agora, jogadores de seleção errarem 4, eu disse, quatro penalidades máximas - chute de bola parada, frente ao goleiro, estático, como se explica?

2 comentários:

  1. Como seria bom que esta realidade fosse com o final feliz de muitos contos que iniciam "Era uma vez"...

    ResponderExcluir