Um espaço para compartilhar ideias, momentos, informações, carinhos e emoções!!


sábado, 18 de novembro de 2017

BC Sementes diárias - a palavra é: agradáveis.


Fácil lembrar pessoas ou coisas agradáveis: pessoas amáveis, pessoas sorridentes, pessoas amorosas, pessoas gentis, pessoas alegres e por aí vai. E as coisas? Uma brisa suave, um suave perfume, uma noite fresca, um amanhecer na praia ou no campo e por aí vai, também. E a frase?

Quão agradáveis são os encontros entre amigas.  

Para ilustrar a minha frase posto a montagem de fotos que fiz do momento agradável que foi o churrasco da Escola para Adultos na tarde de ontem. Depois disto resta passar lá no blog da CHICA  e conferir as demais participações.
           


BC Uma imagem - 140 caracteres: Tênue iluminação.



Uma vela iluminando a escuridão. Poderia ser um black out, poderia ser um jantar romântico, poderia ser simplesmente alguém querendo decorar sua casa para o Natal usando velas, ou como sugeria a legenda da imagem, alguém segurando vela para um casal de enamorados. 
 Porém, como sempre meu pensamento sai fora dos significados mais esperados e minha participação ficou assim:

Chegamos ao fim do túnel, há uma luz tênue lá no fundo. Será a esperança iluminada fracamente ou uma luz que evitará uma queda maior ainda?

Bem, agora vamos visitar a MARI e a SILVANA para conferir as demais participações. Basta clicar nos nomes das meninas, ler e comentar. Tenho certeza que elas ficarão felizes com a visita.

terça-feira, 14 de novembro de 2017

BC RAIO X - um pouco mais de mim.


Vamos responder mais três perguntas da BC RAIO X propostas pelo TONINHO e pela SILVANA. São perguntas interessantes que fazem com que pensemos um pouco no nosso passado e nossa posição frente à vida. Vamos lá:



Em sua vida há alguma coisa, que se arrependeu de não ter feito?

Já me referi a isso em outra oportunidade. Arrependo-me de não ter investido mais na minha vida profissional. Não mudaria a área em que atuei – magistério – mas poderia ter feito especializações que me dariam mais conhecimento para trabalhar ainda melhor.



Qual foi a coisa mais difícil, que você já fez?

O maior desafio na minha vida até agora foi enfrentar a quimioterapia mantendo o bom humor. Difícil para quem conhece e sabe como debilita e tem efeitos colaterais aliado à necessidade de manter a tranquilidade para não impressionar, além da conta, familiares e amigos.



O que você faria diferente se soubesse que ninguém iria julgá-lo?

Nunca tive muita preocupação com o julgamento que fazem a meu respeito, vivo conforme minha consciência, meus princípios. Com certeza, não agrado a todos, mas já disse alguém que a unanimidade é burra, não é?
 Poderia antecipar algo que não ocorreu e que talvez nunca vá ocorrer, mas sabem arrependimento prévio? Atualmente tenho muita vontade de dizer umas coisinhas, olho no olho com os srs Michel Temer, Sarney e asseclas. O julgamento da comunidade talvez fosse a meu favor,mas frente à nossa “Justiça” , responderia a processo por “injúria”, difamação e outros que tais. 




sábado, 11 de novembro de 2017

Um pouco de Fortaleza.

É um outro Brasil! Muito sol, muito vento, praias lindíssimas! Pude conhecer um pouco mais do Nordeste, tempos atrás estive em Maceió e agora em Fortaleza. Ao mesmo tempo em que conferi as belezas também pude conferir os contrastes que não são privilégios do Nordeste, diferenças sociais há no Brasil como um todo.
De qualquer forma, apreciar o belo sem tirar os pés do chão é importante para que não nos conformemos com a realidade dura e triste de uma boa parcela dos brasileiros. 
Nas fotos, alguns dos lugares que pude conferir:

.Na sequência , da esq/dir de cima/baixo: 
  • piscina do Marina Park Hotel, hotel onde ficaram as delegações dos VIII jogos nacionais da magistratura;
  • Theatro José de Alencar, foram momentos muito ricos que tive a oportunidade de viver, mas nenhum se compara à emoção que senti ao entrar no Theatro José de Alencar. Ao mesmo tempo em que me encantava com a arquitetura art nouveau, com os detalhes que embelezam suas escadarias, suas frisas, seus camarotes, seu teto pintado como se fora a céu aberto, ainda tive a oportunidade de ouvir uma das minhas músicas preferidas "Mucuripe" que fazia parte do repertório do Coral do Hospital Astrogildo de Azevedo do qual fiz parte, durante o ensaio da Banda da Aeronáutica
  • monumento em homenagem à fundação de Fortaleza, na Praia de Iracema com Iracema, Martin e seu cachorrinho,reza a lenda que as pernas e os pés da imagem foram feitos desproporcionalmente grandes para justificar o fato de que ela percorria 300km diariamente para encontrar Martin.
  • ao centro o marco da fundação do Ceará na Praia de Iracema;
  • em Mundaú com Ana Paula e Rafael, uma praia pequena mas encantadora, com uma só pousada e um só restaurante  onde tive a oportunidade de passear de pau de arara e de catamarã com a Dilma, baiana simpática com quem fiz amizade;
  • registrei os pódios das equipes feminina e masculina das quais fazem parte minha filha e genro e a companhia agradável da Meiri no City tour;
  • com a família do Sérgio , colega da Ana Paula,no Beach Park,um parque aquático com inúmeras atrações para quem curte aventura e adrenalina. De todos os toboáguas e escorregadores que o parque oferece atrevi-me a descer no que me pareceu menos assustador, só para não dizer que sou totalmente medrosa kkkk.


sexta-feira, 10 de novembro de 2017

BC Uma imagem - 140 caracteres: O hipnotizador.



Já revelei tempos atrás a minha pouca afinidade com cães e gatos, não os trato mal, se precisar cuidar, cuido com dedicação, mas não sou gateira e nem cachorreira. Admiro quem é.
Embora a imagem pareça ser de um filhote de tigre ela me fez imaginar um encontro de alguém como eu e praticante de  hipnotismo. E minha participação ficou assim:

Parecia ser um gatinho,quando me dei conta do perigo,controlei meu medo, tentei mantê-lo à distância com meu poder hipnotizador. Funcionou!

Com certeza os demais participantes farão textos cheios da ternura que a imagem pode despertar em quem é apaixonado por animaizinhos. Minha irmã iria às lágrimas com a imagem, com certeza! Vamos conferir? Basta clicar AQUI.
                                                                       
                                                                                                                                   

BC Sementes diárias: alfinetadas.




 Depois de um breve passeio pelo sol ,mar e vento de Fortaleza volto a participar da BC da Chica. Confesso que senti falta de participar e de ler as demais participações semanais. A palavra escolhida para a semana é alfinete. Alfinete objeto ou alfinete de alfinetar? Ambas são palavras boas para se fazer uma frase. Com a primeira já me feri várias vezes, pois não sou muito habilidosa na costura, aliás, para coisas de dona de casa.
 Vou tentar unir numa só frase uma reflexão sobre o significado de ambas.

Suas palavras soam, ferem como um alfinete. 

Vou matar a saudade dos meus amigos participantes da BC, vem comigo, basta clicar AQUI.

terça-feira, 7 de novembro de 2017

BC RAIO - X: mais um pouco de mim.



1

   Vamos às três perguntinhas de hoje da BC RAIO - X. Mais uma oportunidade que nos dão o  TONINHO e a SILVANA para expormos nossa maneira de pensar.

    1 - Se você pudesse acordar com uma nova habilidade, qual seria?
     Adoraria ter habilidades culinárias. Sinto uma inveja boa das minhas conhecidas que dominam forno e fogão e preparam quitutes para sua família, seus amigos. Eu até faço algumas coisinhas boas,mas preciso me organizar antes com bastante tempo para que saia a contento e me estresso por não dominar o ambiente.

    2-    O que faz com um dia seja perfeito para você?
Para que meu dia seja perfeito eu só preciso de sol e tempo para cumprir minhas rotinas ao mesmo tempo saber que todos os meus entes queridos estão em paz e com saúde.

3- Se lhe fosse permitido criar uma lei, qual seria?
Nossa, essa é difícil! Temos tantas irregularidades, tantas necessidades nesse nosso país que não sei por onde começaria. Se a nossa constituição chamada Constituição Cidadã não tivesse sido transformada numa colcha de retalhos rota e esfarrapada,creio que nela caberia apenas mais uma lei:
Cumpra-se.